Blog do Deto


 


EU VOU SER PAPAI!!!!

Gente, descobri no início da semana, vou se papai em breve, provavelmente em fevereiro. Não é bacana?!




Escrito por Deto às 18h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sorry! Ando meio desligado.

Escrito por Deto às 01h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ontem foi o aniversário dessa figura aí, o Geraldo Brito - quem não conhece? E sexta feira 22 foi a festa. Rolou o maior som no quase-bar da tia Ray. Um monte de gente boa, o cara tem um milhão de amigos que cantam por ele. Muito bacana mesmo. Mas, dizem – eu não acredito! – que comemorar aniversário antes do dia não dá sorte. E no sábado o sujeito levou um tombo, e agora ‘tá com o braço direito engessado. Claro que foi mera coincidência. O fato é que ficaremos um mês sem ouvir o violão do GB! Fazer o quê? O jeito é esperar.



Escrito por Deto às 01h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Hoje eu quero dizer obrigado. Eu quero agradecer de forma justa... Na verdade eu queria mesmo era contar pra todo mundo, fazer do gesto desse cara um exemplo. Dizer pra ele que ele não é um otário, com eu sei que alguns disseram pra ele que ele era.

O fato

Foi na primeira noite do Piauí Pop. Sim, já faz algum tempo. E pra quem não é daqui, Piauí Pop é um evento que reúne um monte de bandas regionais e nacionais em 3 noites de shows. Então, na primeira noite, na sexta-feira, perdi meu celular no meio do campo do Jóquei Clube. Assim que dei pela falta dele, procurei, procurei, liguei várias vezes, chamava e ninguém atendia. Pensei: Tá aí no meio do campo, sendo chutado de um lado pra outro, ou achou um novo dono. Relaxei, afinal só tinha me custado 60 reais e dois anos de contrato com a operadora – ai!!! sem trocadilhos.  Mas, surpresa!!! Alguém achou, e, logo que saiu do clube, ligou pro telefone da Tânia, minha noiva. Perguntei: “Você está pensando em devolver o telefone?” E ouvi a resposta desconcertante: “Claro!  Não é meu.”

O sujeito se identificou como Flávio, me deu o número do telefone dele, e resolvemos que era melhor fazer contato na manhã seguinte, pois já era tarde demais, e ele já estava em casa. Lá pelas 11 da manhã do sábado, liguei, fui até o trabalho dele, na Guadalajara, e recebi meu telefone intacto. Meio sem jeito, sem saber como agradecer  – sempre fui meio travadão – disse obrigado, valeu mesmo e fui andando. Depois achei que tinha feito pouco – minha velha ausência de espírito. Afinal, nos dias de hoje, atitudes assim são mesmo muito raras. Lembro que ele ainda teve tempo de contar que sofreu pressão de algumas pessoas pra que vendesse o aparelho. Mas, firme, resolveu devolver. Um gesto simples, que não devia surpreender ninguém. Deveria mesmo ser o óbvio. Mas surpreende. E como! Muitos o devem ter chamado de tolo, otário e coisas assim. Mas a verdade é que o Flávio demonstrou ter caráter, coisa rara hoje em dia. E eu me senti na obrigação de dar uma forcinha pra que ele levasse isso adiante, que não desistisse de ser assim. E a melhor maneira que eu encontrei foi tornar isso público – aí eu peço a ajuda de você que está lendo isso agora.

Estão errados os que te chamaram de bobo, Flávio. E acho que você deve ter muito a ensinar a essas pessoas e a muitas outras. Eu sei que você deve achar que não fez grande coisa. Mas é com esses pequenos gestos que ajudamos a melhorar o mundo. Muito, muito obrigado. Não pelo telefone apenas, mas pela chance de provar pras pessoas que ainda existe gente como você por aí. Gente que quer fazer a coisa certa, que devolve celulares, pastas de dólares, trocos mal passados. Valeu! Muito obrigado, mesmo!



Escrito por Deto às 01h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Um esclarecimento. Não é que eu seja obcecado por bocas. Os desenhos abaixo são apenas coincidência. Se bem que, de repente, quem sabe...

Escrito por Deto às 01h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Olha eu aqui de novo!!!

Escrito por Deto às 01h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A boca mais bonita que a minha já beijou.



Escrito por Deto às 19h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Deto às 01h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Não, senhoras e senhores. Este não se trata de um blog abandonado! Não, não, não! Se vocês repararem bem no contador de visitas vão ver que ele já passa de 10. Eu, o dono deste blog, sou também o responsável por este 10 - sinceramente, espero que eu não seja o décimo primeiro visitante. Chega! - Enfim, tenho vindo aqui sempre, desde muito tempo - quase uma semana - quando este blog foi criado. Acontece, porém, que faz tempo que eu não escrevo muita coisa. Sou, na verdade, quase virgem no assunto. As últimas coisas que escrevi, e que chegaram ao conhecimento de outras pessoas, datam de remotos mais de dez anos, quando fiz Português I - Prática de Redação, no primeiro período na Universidade.  Acho que alguns textos, como este, se referiam a uma certa dificuldade em escrever. E, embora tenha ensaiado algumas coisas interessantes - e curtas, é claro - até aquele momento, meu maior e único feito neste campo havia sido a minha redação do Vestibular. Eu tinha descoberto recentemente "a fórmula" numa apostila do pré. Lembro que senti como se tivesse sido cego a minha vida inteira até ali. Mas também foi só na teoria. Nunca apliquei muito, não. Enfim, tem muita ferrugem pra ser removida! Bota ferrugem nisso! Ô! E essas duas primeiras inserções são uma espécie de aquecimento. Uma tentativa de começar a remover essa ferrugem. Tô escrevendo assim, meio à toa, o que vem na cabeça. E o que vem é isso, que provavelmente não interessa a vocês. Fazer o quê? Tinha que começar de algum jeito. Mesmo que assim, desesperadamente. Quem tiver alguma dica, tô aceitando. A propósito, ferrugem é homem ou mulher?



Escrito por Deto às 00h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cheguei!!! Sempre pensei que a internet fosse um bom lugar pra divulgar idéias. E saber que elas podem chegar a qualquer parte do mundo é realmente incrível. Mas, por um motivo ou outro - leia-se preguiça, mesmo - nunca tinha me aventurado. Então, cá estou. Cá está o meu blog. Primeiro passo do meu plano de dominação mundial! Não tenho ainda nada escrito pra mostrar. Ainda. Mas não nos afobemos, uma coisa de cada vez. Por hora, só queria dizer que estou, finalmente, na área.

" Instalei uma antena e lancei um sinal...

Tem mais alguém aí?"



Escrito por Deto às 02h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, TERESINA, TANCREDO NEVES, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Música, Arte e cultura
MSN -
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Blog da Oda
  Blog da minha gatinha
  BorboleTeando
  Aos Olhos de Uma Mulher
Votação
  Dê uma nota para meu blog